Financiamento estudantil vale a pena? Entenda os detalhes aqui!

A busca por vagas de ingresso em ensino infantil, fundamental, médio, técnico e superior de qualidade vem se tornando cada vez mais recorrente. Devido a isso alguns programas são oferecidos para auxiliar as pessoas que tem o interesse em iniciar os estudos em instituições privadas e obter melhores condições acessando uma boa educação. O principal foco é voltado para interessados em cursar graduações, programas como o Educa Mais Brasil  e o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), que é uma iniciativa do governo federal  são os mais conhecidos quando se fala em financiamento.

O financiamento surge como uma medida para auxiliar estudantes que tem o interesse em se qualificar para o mercado de trabalho e adquirir conhecimento, mas não possuem uma condição financeira para manter o ensino. Ele funciona financiando uma parte do valor do curso escolhido, em casos que não tenham a cobertura total do curso uma quantia significativa é paga pelos estudantes e só após a conclusão do mesmo os alunos irão começar a quitação do empréstimo.

Todos os projetos de financiamento estudantil são para pessoas que muitas vezes possuem renda familiar baixa que não conseguem manter as mensalidades, possibilitando assim o ingresso dessas pessoas ao ensino. O Educa Mais Brasil é um desses programas que oferece descontos na mensalidade e que funciona em todo o Brasil. Esse programa foi criado para suprir a necessidade da população em adquirir uma educação mais qualificada desde o fundamental ate o superior.

Como funcionam os principais programas de financiamento estudantil?

Tomando como base o programa Educa Mais Brasil a dúvida mais recorrente é como funciona o Educa Mais Brasil?  Como iniciar? quem pode fazer parte? e como proceder diante de tudo? esses são os pontos mais levantados quando se fala nesse programa. O projeto é capaz de garantir descontos aos estudantes que podem chegar a bolsas de ate 70%, tudo isso de maneira extremamente confiável e reconhecida, já que o programa já existe no Brasil a mais de 10 anos.

A inscrição no Educa Mais Brasil se faz de forma online, criando uma conta na plataforma do programa. De acordo com as instituições e os cursos ou ensino desejado é feito uma pesquisa e assim oferecidos os descontos estabelecidos no acordo. A plataforma de inscrição é bem simples e autoexplicativa, sem maiores dificuldades para a compreensão.

Esse projeto surge como uma solução para milhares de pais que enxergam uma precariedade no ensino público e buscam colocar seus filhos em escolas particulares que ofereçam uma melhor qualidade, tanto de estrutura quanto de ensino, e para pessoas interessadas em se qualificar através de cursos técnicos ou superiores que também encontram nele uma oportunidade de alcançar seus objetivos e assim as mensalidades não se tornam um impedimento.

Como está o mercado de trabalho para eletricistas?

Sabemos que o mundo contemporâneo está totalmente tomado pela eletricidade, seja no banho quente, micro-ondas ou no computador que passa horas ligado. Com isso, a demanda por profissionais nesta área é bastante alta. Os eletricistas com cursos técnicos e de aperfeiçoamento encontram boas oportunidades de emprego. 

O eletricista é um profissional capacitado para fazer instalações elétricas em diversos locais, sejam eles residenciais, comerciais ou industriais, seguindo é claro, todas as normas técnicas e de segurança. 

Outras funções deste profissional é a manutenção elétrica e a instalação de equipamentos eletrônicos. 

Além de todas essas funções, os eletricistas qualificados também podem trabalhar em construção civil, indústria, empresas petroquímicas, prestadoras de serviço, em órgãos públicos e como autônomos.

De modo geral, o mercado de trabalho para este profissional é bastante amplo. Para exemplificar, listamos a seguir alguns dos principais serviços que podem ser executados pelo eletricista:

  • Instalações elétricas novas em casas e apartamentos;
  • Manutenção e instalação de bombas d’água;
  • Atuar na manutenção elétrica em hotéis, motéis e pousadas;
  • Reformas de instalações elétricas antigas;
  • Instalações de equipamentos elétricos, por exemplo, ventiladores de teto; aquecedores, motores elétricos, etc.;
  • Manutenção elétrica residencial e comercial, como troca de disjuntores, tomadas, interruptores, luminárias, etc.;
  • Entre outras. 

Tendo isso em vista, já podemos dizer que há uma gama de opções para o profissional nesta área atuar. 

Cenário atual do mercado de trabalho para eletricista 

São diversas as vagas de trabalho para eletricistas. No entanto, para garantir seu emprego é necessário que o profissional seja qualificado, pois como há diversos profissionais na área, apenas aqueles que estiverem bem capacitados conseguiram se destacar. Por isso, muitos acabam fazendo os cursos do SENAI 2021

O cenário é que em 2021 haverá um alto número de vagas para o setor, visto que as empresas e indústrias estão precisando da mão-de-obra desses profissionais. 

Além disso, o que também colabora para o aquecimento do mercado no setor é a corrida por cada vez mais qualificação profissional.

Existe um outro cenário que aponta cada vez mais investimentos na área de pesquisa e ensino. Essas pesquisas de novas tecnologias e soluções, movimentam toda a área, o que no fim, acaba gerando vários postos de trabalho. 

Quanto ganha o eletricista?

De acordo com um levantamento feito pelo site de empregos Catho, um eletricista ganha R$ 1.008,00 e R$ 2.800,77.

A média salarial nacional deste profissional é R$ 1.695,20. Abaixo, confira as médias salariais para algumas funções desempenhadas pelos eletricistas, segundo o Catho:

  • Eletricista Industrial: R$ 1.883,94;
  • Mecânico Eletricista: R$ 1.959,01;
  • Eletricista de Veículos: R$ 1.692,74;
  • Eletricista Eletrônico: R$ 2.524,78;
  • Oficial Eletricista: R$ 1.386,61;
  • Eletricista de Instalações: R$ 1.354,21;
  • Eletricista de Força e Controle: R$ 1.994,93;
  • Auxiliar de Eletricista: R$ 1.048,45;
  • Eletricista Montador: R$ 1.652,15.

Como se preparar para os vestibulares? Veja um passo a passo!

O vestibular é um momento decisivo na vida dos estudantes, pois exige preparação, estudo e foco. Se você está buscando formas para estar realmente preparado para os vestibulares, você precisa conferir o passo a passo que preparamos para você. Veja abaixo:

Cursos preparatórios e pré-vestibulares

Os cussos preparatórios e pré-vestibulares são uma boa forma de estar preparado para provas de vestibular como o Exame Nacional do Ensino Médio, por exemplo.

Afinal, esses cursos tem os seus conhecimentos voltados para a execução desses exames, contando com detalhes como treinamento para horas seguidas de provas e dicas para se sair bem na redação.

Mas é preciso estar atento, pois esses cursos costumam passar dicas de escrita que já são bastante conhecidas e definem um padrão de produção textual, fazendo com que você perca pontas na criatividade da redação..

Quem gostaria de fazer uma curso como estes mas está com as contas apertas ou simplesmente, quem quer economizar, pode conseguir uma bolsa de estudos através do Educa Mais Brasil.

O Educa Mais Brasil é uma inciativa privada que funciona online e promove bolsas de estudo de até 70% de desconto para diversos níveis de ensino.

Cronograma de Estudos

O Enem 2021 vai abranger uma gama de conteúdos presentes no ensino fundamental e no ensino médio, por isso, existem muitos assuntos a serem vistos.

Você pode encontrar uma lista com todos os assuntos que costumam cair no Enem na internet e montar um cronograma de estudos para que possa visualizar da melhor maneira todos os conteúdos possíveis.

O cronograma de estudos é bem variado e pode ser adaptado de acordo com a necessidade do estuda, mas é recomendando que ele tenha:

  • Todos os assuntos organizados por matéria;
  • Assuntos que geram dificuldades em destaque;
  • Fichamento especificado das leituras realizadas;
  • Exercício de fixação;
  • Produção Textual;
  • E simulação do Enem.

Todo esse material pode ser organizado facilmente para que você tenha uma rotina de estudos e não perca o rumo para o seu objetivo.

Leitura e Produção Textual

Como você já deve saber, os vestibulares possuem uma prova de redação que representa um percentual importante da sua nota.

Por isso, é preciso se preparar com cuidado para ele. O ideal é possuir também uma rotina de leitura, que pode abranger diversos gêneros textuais diferentes.

Como o tema da redação é desconhecido, vale a pena ler matérias sobre os assuntos mais atuais que, além de deixar você informado vai auxiliar na prática da produção textual.

Você pode buscar por temas de redações anteriores e ter como base exemplos de redação do Enem que receberam nota 1000.

O que faz uma pessoa formada em pedagogia? Conheça a profissão!

Você já ouviu falar em práticas pedagógicas? Este é um termo muito utilizado dentro da educação e o profissional que dominará esse assunto é o Pedagogo.

Apesar deste ter se tornado um assunto popular, nem todo mundo sabe o que uma pessoa formada em pedagogia faz. Por isso, vamos responder a algumas das dúvidas relacionadas a profissão. Descubra a seguir:

O que é o curso de Pedagogia?

Quando falamos de Pedagogia, muitas pessoas relacionam imediatamente essa área com o ensino infantil, mas a verdade é que os processos e práticas pedagógicas estão presentes na nossa rotina durante toda a nossa vida.

O curso de Pedagogia ensina aos profissionais da área a história, a prática e o estudo da Pedagogia e como utilizá-la com o ser humano em todas as fases de sua vida.

No curso de Pedagogia, o estudante adquire informações relacionadas a formação do ser humano como pessoa e como cidadão.

Será também dentro desta graduação que serão adquiridas informações relacionadas a estudos psicológicos, comportamentais e patológicos.

Como ingressar?

Se você ficou interessado nesta graduação e tem interesse em cursá-la, separamos algumas opções que você pode utilizar para isto.

A primeira delas é o PROUNI 2021que corresponde ao Programa Universidade Parra Todos, um sistema de distribuição de vagas para a rede particular de ensino.

Podem se inscrever para o PROUNI, os estudantes de renda baixa e média que tiverem concluído o ensino médio n rede pública de ensino ou na rede particular, tendo sido através de uma bolsa de estudos integral.

Para concorrer a u dos cursos do PROUNI em 2021é preciso participar do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em 2020 e ter uma pontuação equivalente.

Você também pode acessar o curso através do ensino público pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU), que tem um funcionamento semelhante.

Onde atuar?

Engana-se quem pensa que o profissional da Pedagogia só pode ser professor do ensino infantil. Na verdade, existe uma gama de opções para este graduando.

Além de atuar como professor do ensino infantil, o profissional da pedagogia pode exercer outros cargos dentro da equipe pedagógica como o de coordenador, por exemplo.

O profissional da área também pode atuar no setor financeiro e administrativo das instituições escolares, tanto do ensino privado quanto do ensino público.

O gerenciamento de matérias, assim como a assistência escolar e a educação especial são outras funções que podem ser exercidas por quem conclui o curso de Pedagogia.

ENEM Digital: entenda como vai funcionar prova feita no computador!

A tecnologia vem facilitando diversos processos e a possibilidade de realizar o vestibular mais popular do país através de um computador, tem sido o novo reflexo desses avanços. Mas como será que vai funcionar a realização do Enem Digital? Confira as informações a seguir e entenda:

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) começou a ser aplicado como uma ferramenta avaliadora da educação no país, mas veio a se tornar a forma padrão de distribuição de vagas para o ensino superior.

É através da nota alcançada no Enem que os estudantes podem concorrer a vagas em universidades públicas e privadas nos mais variados curso.

Para ingressar em uma das universidades públicas do país, os estudantes devem participar do SISU 2021que corresponde ao Sistema de Seleção Unificada. Esse sistema disponibiliza vagas duas vezes por ano: no primeiro semestre e no segundo semestre do ano letivo.

Enquanto isso, as vagas disponíveis para o ensino privado ficam submetidas aos sistema do Programa Universidade Para Todos (ProUni). Vale salientar que as vagas são destinadas aos estudantes que concluíram o ensino médio na rede pública ou na rede particular como bolsista integral.

A realização do exame costumava acontecer da seguinte maneira: dois dias de avaliação, com cerca de 5 horas de prova para responder questões objetivas e uma prova de redação do Enem.

O exame tinha de ser realizado em dois domingos consecutivos no mês de novembro e os estudantes respondiam as questões marcando um gabarito.

E como será o Enem Digital?

O Enem Digital irá manter o mesmo tipo de avaliação, sendo formado por 4 provas objetivas com 45 questões cadas e uma prova de redação. O que será diferente é a forma de preenchimento do gabarito e o local de prova.

O gabarito será respondido em um computador e o local de prova passará a ser os laboratórios de informática de algumas instituições que serão selecionadas.

Isto quer dizer que os candidatos não poderão realizar a prova através do computador de casa, mas serão selecionados para efetuar a avaliação em um dos centros informáticos selecionados.

Para saber qual seu local de prova, o candidato precisa se inscrever no Enem, cumprir com o pagamento da taxa de inscrição e emitir o seu cartão de candidato.

No cartão, as informações sobre o local de prova estarão disponíveis e maiores instruções serão dadas ao longo do período até o dia de realização da prova, que também ocorrerá em dois domingos.

Dicas para decorar o caderno na volta às aulas

A volta às aulas é um momento de muitas novidades e seja no começo do ano letivo ou no meio, um material renovado pode ser um bom incentivo. Você sabia que com algumas dicas você pode decorar o seu caderno na volta às aulas, economizando e ainda deixando o material com o seu jeito? Veja a seguir como é possível:

Utilizando imagens

Vamos começar com uma forma simples de decorar o seu caderno, que é utilizando imagens. Para que o caderno não fique parecendo uma colagem irregular, a dica é utilizar uma impressora para criar a sua capa.

Imprima imagens que você gosta ou uma única imagem para colar na capa do caderno. Para deixar o visual mais fixo e evitar o desgaste, use papel filme ou plástico para finalizar a capa.

Utilizando tecido

Uma outra forma de decorar o seu caderno, e que dá um efeito bem diferenciado, é utilizar tecidos para decorar. Essa ideia é bem barata e abre diversas possibilidades de decoração.

Você pode decorar com formatos ou cobrir o caderno inteiro, vai da criatividade de cada um. Vale lembrar que é necessário utilizar cola de tecido para ter o efeito final adequado.

Utilizando papel

Você também pode optar por papel como material principal da sua decoração. Além de ser mais barato, o papel é mais fácil de trabalhar e pode ser utilizado com cola simples.

Uma dica é utilizar tons pastéis, que estão bem em alta, para criar uma nova decoração. É interessante usar a impressora para criar títulos para o seu caderno com fontes bem delicadas. Quem não quiser utilizar a impressora, pode optar por canetinhas!

Outra dica legal é usar tabuadas para impressão no papel que você vai usar para forrar o caderno, assim, além das funções normais do caderno, você ou seu filho vai poder usa-lo para estudar!

Utilizando tinta

As tinas também são uma boa opção, apesar de ser um pouco mais cara, considerando a quantidade de tintas que você vai utilizar. Para não gastar tanto, é legal saber o que você estará criando na capa do seu caderno.

Muitas pessoas optam por usar a tinta para criar uma base e colar adesivos, adereços e decorações variadas. O caderno pode virar a sua tela e não há limites para a quantidade de material que você pode usar.

Utilizando mapas

Uma opção diferente e bem criativa é utilizar mapas antigos para decorar. Não esqueça de usar cola adequada para poder fixar o mapa na parte da frente e de trás do caderno.

É preciso colar com cuidado para que a capa não fique com marcas. O plástico também pode ser utilizado para dar uma finalização e um brilho para a capa do caderno.

Conheça as áreas que os estudantes de Direito podem seguir futuramente

O curso de Direito é uma das graduações que mais possuem estudantes. Isto porque, é uma área bastante vasta, que oferece um leque de possibilidades de carreira para seus graduandos. Se você está buscando conhecer um pouco mais sobre os planos de carreira dentro da área de Direito, veja a seguir algumas possibilidades disponíveis para esses estudantes no futuro:

Cursar Direito é um sonho para muitos estudante, pois além da possibilidade de atuar em diferentes cargos no mercado, a graduação também oferece uma remuneração mensal maior do que a média. Se as características do curso são interessantes para você, veja abaixo quais áreas o estudante de Direito pode seguir:

Advocacia

Vamos começar falando da advocacia, uma das áreas mais populares em Direito. É nesse campo que o estudante poderá trabalhar com processos em tribunais, defesas, acusações, entre outros.

E o mais interessante é que dentro da própria advocacia, é possível escolher qual a área do Direito para qual você estará atuando. Por exemplo: Direito do Consumidor, Direito da Família, e vários outras ocasiões.

Vale mencionar ainda, que os estudantes que desejam atuar na advocacia precisam passar pelo exame da OAB. Quem já concluiu o curso, deve estar atento as datas da prova OAB em 2020.

Academia

Quando falamos de Direito, nem sempre relacionamos a área com o ensino, mas vale enfatizar que esse é um ótimo plano de carreira a longo prazo, pois o prestígio social é alto assim como a remuneração.

Quem cursa Direito e opta por atuar na academia, precisa possuir o curso de bacharel a fim de passar os seus conhecimentos para os estudantes da área em quaisquer instituições.

E o profissional especializado na área tem muitas opções de atuação no mercado, já que pode trabalhar tanto em universidades públicas quanto privadas, e além disso, tem a possibilidade de ministrar aulas em graduações, como Administração, por exemplo.

Judicial

Se tem uma área de Direito que é muito cobiçada pelos graduando é a carreira judicial. Obviamente, o cargo de juiz é muito concorrido, mas também vem acompanhado de muitas responsabilidades.

Os bacharéis que decidem atuar no campo judicial, precisam começar a s preparar desde cedo e desenvolver habilidades indispensáveis agilidade, senso crítico e acima de tudo: justiça.

O juiz pode estar julgando tanto os casos de pessoas físicas, como o de pessoas jurídicas, no caso, as empresas. Para o cargo, além da carteirinha da OAB, é necessário ser aprovado em concurso público.

Além do SISU e PROUNI: Como usar nota do Enem para ingressar na faculdade?

O Sisu e o Prouni são os sistemas oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), portanto, são os mais utilizados para ingressar no ensino superior. As vagas disponíveis através dos programas têm sido cada vez mais concorridas e por isso, vale lembrar que existem outras formas de usar a sua nota do Enem.

Descontos

Uma opção  bem interesse para quem quer ampliar as suas chances para ingressar em uma universidade, é utilizar a nota do Enem para ganhar desconto nas instituições. Diversos núcleos dispõem dessa facilidade, basta você verificar no site oficial da faculdade de sua preferência.

O estudante deve ir até a instituição para calcular a sua nota e verificar a opção do desconto. Quando o aluno consegue atingir a pontuação média da universidade com a pontuação do Enem, o mesmo não precisa realizar a prova de vestibular da instituição;

Quando não vem a atingir a pontuação média com a nota do Enem ou simplesmente não participou da prova, o estudante precisa participar das inscrições para os vestibulares 2020 para a unidade escolhida.

Vale mencionar que esses descontos também ficam disponíveis através de programas como o Educa Mais Brasil e o Quero Bolsa, que não exigem a participação no Enem para garantir os descontos.

Ambos os programas funcionam através de uma plataforma digital e os descontos variam de acordo com o curso, a instituição e a localidade e são válidos até o final do curso.

Financiamento

Uma opção que também pode ser vantajosa é começar a estudar através do financiamento estudantil. u método muito utilizado por quem não pode custear a permanência em um instituição do nível superior.

Atualmente, um dos maiores programas de financiamento estudantil é o Fies que, vale enfatizar, exige a participação dos estudantes no Enem pois a distribuição de bolsas é feita com base na pontuação dos estudantes.

O Fies oferta bolsas parciais e integrais nos mais diversos cursos e os alunos que conseguirem começar a estudar através dos recursos facilitados do programa, só precisam começar a retornar as parcelas mais de um ano depois da finalização do curso.

Mas caso o estudante não tenha participado do Enem ou não tenha obtido pontuação suficiente para concorrer no Fies, uma boa oportunidade pe oferecida pelo PraValer.

O PraValer também é um programa de financiamento estudantil que oferta auxílio parcial e integral, dependendo de cada situação. As condições de contratação ficam disponíveis no site.

Começam hoje as inscrições para o SISU 2020

O SISU é um dos maiores programas responsáveis por distribuir bolsas de estudo no país e os estudantes que vão participar do processo seletivo devem estar atentos ao edital, afinal, já começaram as inscrições para o SISU 2020. Leia o texto a seguir e saiba de tudo:

O que é o SISU?

O SISU é o Sistema de Seleção Unificada e é um dos métodos de distribuição de vagas para o ensino superior ligado ao Exame Nacional do Ensino Médio.

O SISU é o responsável pelas bolsas da rede pública de ensino, enquanto que para a rede privada, o programa responsável é o Programa Universidade Para Todos (PROUNI).

O sistema funciona através de um site oficia, que abre vagas periodicamente após a divulgação das notas do Enem, assim os estudantes podem concorrer as bolsas.

O programa abre vagas duas vezes por ano, ao começo de cada semestre e para garantir vaga, o candidato precisa superar a nota de corte do curso selecionado, podendo optar por até duas opções de curso.

Quem pode se inscrever?

O primeiro requisito para participar da seleção do SISU é ter realizado a última versão do Exame Nacional do Ensino Médio. Para a maioria dos programas que ofertam bolsas, como ocorre com as vagas FIES 2020exigem a nota do Enem.

Além de participar do exame, os candidatos precisam possuir uma nota final superior a 450 pontos, precisam igualmente tirar uma nota superior a 0 na redação do Enem.

Os candidatos que desejam concorrer na modalidade de cota, precisam estar de acordo com os requisitos de sua categoria. Por exemplo, para o cotista da rede pública, é necessário ter concluído o ensino médio na rede pública ou na particular como bolsista integral.

Para candidatos que vão optar por cota racial, pode ser necessário comprovar a autodeclaração através de métodos oficiais, como certidão de nascimento.

Como se inscrever?

Como você conferiu, as inscrições do SISU começaram e para não perder  oportunidade de estudar nas melhores universidades públicas do país, você deve estar atento ao prazo limite para a inscrição.

No site oficial do SISU, faça login com seus dados pessoais e a sua nota do Enem será calculada automaticamente de acordo com o curso escolhido.

Como mencionado, o candidato pode escolher até dois cursos para concorrer. As modalidades de concorrência também são selecionados no momento de inscrição.

Todos os dias, o sistema do SISU estará atualizando a nota de corte de cada curso, e é preciso que o participante esteja atento a mudança de nota para garantir a sua bolsa.

7 livros para ler para seu bebê durante a gravidez

A leitura é uma forma maravilhosa para começar a desenvolver diversas habilidades e há muitas mães que praticaram essa atividade durante a gestação e possuem relatos bem interessante sobre o resultado.  Além disso, há especialistas que recomendam a prática para as mamães, revelando efeitos positivos tantos nelas como nos bebês.

Mas qual obra você deve ler? Veja a seguir uma pequena lista com 7 títulos para você ler para o bebê durante a gestação:

1. O Gato de Botas

Essa história de que contos clássicos já perderam a vez não se caracteriza como verdade. A mamãe pode ficar a vontade para escolher os contos literários que leu na sua infância e repassar para o seu bebê ainda na barriga e a dica é o livro “O Gato de Botas.”

2. Eu me chamo Antônio

“Eu me chamo Antônio” é uma obra brasileira que reúne diversos trechos e poemas unificados com ilustrações bem características. Essa não é uma leitura infantil, mas como se trata do gênero poesia traz muito sentimentalismo para a leitura.

3. O Pequeno Príncipe

Falar de leitura infantil é falar de “O Pequeno Príncipe”, uma das obras mais lidas no mundo inteiro. A leitura é muito significativa e recomendada para todas as idades, sendo um enredo lotado de lições e sentimentos distintos.

4. Mitos e Lendas

É interessante diversificar o tipo de leitura que você está praticando para o bebê porque essa atividade envolve sentimentos, expressão facial e o timbre da voz. E por isso, a leitura de “Mitos e Lendas” para crianças é uma recomendação e traz igualmente a valorização da nossa própria cultura.

5. Extraordinário

“Extraordinário” é um livro recomendado para todas as faixas etárias e pode ser uma leitura bem legal para se fazer a dois. A obra conta a história de uma criança especial e tem uma linguagem bem leve que já faz parte do costume de muitos leitores.

6. O Fantasma da Ópera

Você pode estar pensando que o livro “O Fantasma da Ópera” não foi escrito para crianças e neste pçode, a informação é até coerente. Mas o que é interessante lembrar é que existem muitas adaptações do t´~itulo, inclsusive para versões infantis e ilustradas, sendo uma ampliação de leitura para o seu filho.

7. Como Começa?

O título desse livro é em inquietante e deixa a curiosidade no ar e é justamente essa a proposta do livro. Relacionando o enredo como uma característica da infância: a curiosidade, a obra traz para os leitores uma história leve e bem engraçada. O jogo de palavras é bem utilizado e por isso, as crianças adoram escutar!